You are currently viewing Polícia Federal alerta sobre novo “golpe do PicPay” pelo WhatsApp

Polícia Federal alerta sobre novo “golpe do PicPay” pelo WhatsApp

Um novo tipo de golpe, envolvendo o aplicativo de serviços financeiros PicPay, está sendo aplicado e a Superintendência Regional da Polícia Federal em Pernambuco emitiu um alerta à população.

Para aplicar o golpe, os criminosos utilizam o WhatsApp fingindo ser do PicPay, informando uma suposta promoção em que a empresa estaria pagando R$ 200 via Pix aos vencedores de um quiz. 

Segundo a Polícia, a abordagem acontece pelo WhatsApp, por onde é enviado um link malicioso com uma falsa promoção, sob a justificativa do “aniversário da PicPay”. Para participar e ganhar o “prêmio”, os golpistas pedem que o usuário responda às perguntas e ainda compartilhe o link com os amigos. 

Quando as perguntas são respondidas, os criminosos enviam uma nova mensagem informando que para ganhar o valor, é preciso compartilhar o link com novos amigos. Para tornar o enredo mais verossímil, os golpistas mostram depoimentos falsos de pessoas dizendo que ganharam o prêmio de R$ 200 por Pix.

“Todo o modus operandi (mensagem chamativa + site com domínio estranho (russo) + quiz genérico + pedido de compartilhamento) denota um golpe muito parecido com tantos outros. Com o intuito de roubar dados (às vezes com softwares maliciosos nas páginas), golpistas criam a promoção falsa como isca”, afirma a PF, em nota.

Enquanto o usuário vai compartilhando o link com outras pessoas, os fraudadores instalam malwares no celular, fazendo com que diversas informações pessoais sejam transferidas para os criminosos, como dados bancários e documentos de identificação.

“Quando as vítimas se dão conta, são surpreendidas com empresas e contas em seu nome que não fizeram e dívidas que não contraíram. Eles podem até mesmo bloquear totalmente o celular instalando um programa (ransomware), deixando-o inoperante até que se pague uma quantia em dinheiro para que bandido forneça uma senha de desbloqueio do smartphone”, completa o comunicado.

Entre as dicas para evitar cair em golpes, o órgão da Polícia Federal sugere que sempre que receber uma mensagem sobre promoção, envio de dinheiro ou falando sobre sua conta bancária pelo WhatsApp desconfie. O ideal é checar em sites oficiais para ver se a informação é mesmo verdadeira.

Também não se deve compartilhar links duvidosos com seus contatos sem ter a certeza de sua autenticidade. Qualquer tipo de cadastro que pedir seus dados pessoais, que tenha partido de um link do WhatsApp é passível de desconfiança. Nunca forneça senha de bancos, números de cartão de crédito e outras informações sem checar antes.

FONTE / REPRODUÇÃO: Portal de Notícias Isto é Dinheiro / Por Redação / Recife, PE / Foto capa / reprodução: A abordagem acontece pelo WhatsApp, por onde é enviado um link malicioso com uma falsa promoção, sob a justificativa do “aniversário da PicPay” (Crédito: Reprodução/Polícia Federal)

Deixe um comentário